O que é Xiaomi | Tudo que precisa saber sobre a fabricante de celulares

O que é Xiaomi

Antes de contar a história da fabricante de celulares da China, vamos mostrar o significado do nome escolhido pelo CEO, Lei Jun.

Em chinês, o nome significa “pequeno arroz”, a palavra em si agrega várias espécies de cereais, mas a escolha do nome é bem mais profunda. Aconteceu devido a segunda guerra sino-japonesa, que houve entre os anos de 1937 a 1945, onde o líder Mao Tse Tung dizia que a China combatia usando “xiaomi e rifles”.

Além disso, na cultura chinesa, o budismo tem como ditado de que um único grão de arroz é capaz de ser tão incrível quanto uma montanha. Tais representações, fez o fundador escolher o nome deste alimento que possui uma história de base sólida para usar em sua marca de celulares.

A história do Xiaomi

Fundada por oito sócios nos arredores de Pequim, na China, em abril de 2010, a marca teve como seu primeiro lançamento a MIUI, uma skin baseada no Android para ser usada por cima do sistema operacional da Google.

No ano seguinte, surge o primeiro o modelo Xiaomi Mi1, um smartphone da China com chip dual-core que prometia boas especificações técnicas por um preço surpreendentemente baixo. Tais características fez com que a marca batesse o recorde, com mais de 300 mil pedidos de pré-venda em menos de 2 dias.

A fabricante de celulares desembarcou no Brasil em maio de 2015, na qual apresentou o Xiaomi Redmi 2, o Redmi 2 Pro e dois acessórios, sendo uma pulseira inteligente Mi Band e a bateria extra Mi Power Bank.mente na internet.

Em 2018, a companhia foi considerada a quarta maior em vendas de celulares no mundo. Ainda neste ano, bateu outro recorde após inaugurar 500 lojas em único dia na Índia.

Com o passar dos anos, a marca Xiaomi ampliou bastante seu leque de opções graças ao investimento em startups, além de smartphones e eletrônicos, possui acessórios e produtos eletrônicos diferenciados, como a escova de dente elétrica e a smart que pode ser pareada com o celular.

Fundador

O CEO da Xiaomi é o chinês Lei Jun, conhecido como Steve Jobs da China é formando em ciências da computação na conceituada faculdade chinesa Wuhan.

Começou sua carreira trabalhando em uma empresa de softwares conhecida principalmente por seus programas semelhantes ao pacote Office da Microsoft, a Kingsoft.

Anos depois, Lei Jun chegou ao cargo de CEO da empresa e no ano de 2000, criou a Joyo.com, uma loja online de livros, que fez muito sucesso e foi comprada pela Amazon.

Dali em diante, não parou mais de empreender, mas foi em 2010 que percebeu o aumento de vendas de smartphones e tomou frente na criação da Xiaomi.

Xiaomi atualmente

A marca não para de inovar e trazer produtos diferenciados no mercado tecnológico, entre eles podemos destacar porta cartões feitos de alumínio, relógios à prova d’água, pulseiras com tela AMOLED colorida resistente à água, fones de ouvido em sem fio, entre outros produtos.

Além dos smartphones de entrada, intermediários e tops de linha, possui um catálogo de dispositivos domésticos inteligentes da companhia, que são capazes de transformar casa simples em casas conectadas.

O objetivo da empresa é surpreender o público com soluções como câmeras de segurança, escova de dentes elétrica, luminárias portáteis, sensores de movimento, malas de viagem, relógios inteligentes e mesmo seu robô de limpeza.

Entre os destaques, está a Mi Home Security Câmera 360º, com alerta de detecção de movimentos a partir da integração da tecnologia de deep learning e a otimização focada dos algoritmos e softwares de rede.Através desse sistema, é possível ter precisão no alerta, enviado por notificação aos usuários diretamente em seus smartphones.

Além dos dispositivos domésticos a fabricante lançará ainda os celulares Redmi Note 7, Pocophone F1, Redmi 7, Mi 8 Lite e Redmi GO.

Acompanhe nosso blog para ficar por dentro de todas as novidades e lançamentos da Xiaomi.

Deixa uma Resposta

Your email address will not be published. Required fields are makes.